Desintegrar-se para Integrar na Evolução

 

 

A sabedoria simplifica o enobrecimento de todo ato evolutivo.

Na proporção que se queira experimentar a altura de nosso compromisso com tudo o que significa valor e conteúdo , existe aí o enobrecimento de nossos atos e retificação de nossas ações, perante tudo o que vivemos e enxergamos como o todo…

Também é imprescindível, o olhar mais aprofundado, diante as mínimas ocorrências habituais, fatos corriqueiros, análise de toda interpretação que cada segundo vivido nos oferece.

Creio que a certeza de que tudo volta para onde veio é a maior garantia de que tudo vale à pena …

É meramente extraordinária, a força que rege esta maravilhosa sinfonia  que chamamos de “vida” e que sintonia de sinfonia…

Sem o bailar de letras e sons que circundam o nosso ser e que chamamos de ser humano ou animal racional,  tem o bailar de passos extraordinários e cadenciados todos num mesmo extremo, por horas curtos e salpicados de enlaces, desenlaces e rompimentos sem a explicação que convence …

Por hora, passos longos e eternamente convencidos de que aqui é o melhor bailar de experimentos.

Noutra vivencia simplificada, o alcance e distração,  com a música que o som chega a ser imperceptível naqueles que estão a bailar sem saber qual passo se entregar.

Assim é o eterno entregar e compor a melhor distração nesta vida de ilusão.

Mas sem ela, o circuito não se fecha diante as razões que compõem a evolução.

O aprender que dá a reviravolta na faixa dos extremos.

O aprender e conhecer porque se dá a desintegração com a devida compreensão…

Na faixa dos extremos é que percebemos a doçura que se complementa o saber…

Que tal, prestarmos mais a atenção nas mínimas ocorrências que se perfazem como o melhor professor,  em sua plena magnitude e eficaz explicação…

Saia do automático,  entre no plano da percepção mais apurada, nas mínimas ocorrências, dentre as quais, por vezes, passam despercebidas e que ali,  estão as maiores e melhores aulas de toda a compreensão…

Mili

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *