Enfrente-se

Enfrente-se

Enfrente-se

 

Ficar encantada à  beira do abismo emocional é coisa do passado.

O importante  e de real viabilidade, está contido em nosso poder, em ser este conteúdo de possibilidades de que jamais ousamos identificá-lo, como o melhor dos melhores que alguém, um dia projetou.

Este conteúdo, este ser, este animal racional, este viajante, esta luz transitante, este figurante, este aparelho digital, aparelho de alta definição…

São inumeráveis as categorias desta implacável definição.

É preciso muita percepção ao encarar este ser de tamanha figuração.

Você já parou, sim, categoricamente parar tudo e analisar com a total realidade de que você, este ser figurante, peregrinante nestas terras contém?

Você por dentro, corpo que transita e você por fora?

Você já se deu conta de que o tudo aí de fora está contido no seu tudo de dentro?

Você é o resumo de tudo que em seu tempo , com este corpo existe aí fora.

Você é real e ao mesmo tempo não é, pois você faz as mágicas nas transformações e não se dá conta disso.

Você carrega em si o mais sofisticado laboratório em seu aparelho de carnes e ossos.

Este aparelho emite ondas, sinais da mais alta definição.

Ele por si é capaz de identificar ataques visíveis , invisíveis e disparos necessários do nosso próprio ser, aos intrusos que tentam modificações que não estão no seu identificar de comando.

O abismo que enfraquece, só existe para seres que não se enfrentam, não se perguntam e não medem a sua total qualificação para o cotidiano.

Nestes tempos,  são necessários os nossos melhores comprometimentos com o nosso raciocínio, a fim de sabermos o que realmente significa viver, saber enfrentar e explorar o entender.

Principalmente, identificar do que você é capaz com este aparelho que a você está adaptado.

Como ele é, reage, segue e se transforma.

Comece a prestar atenção ao que te inspira, não só por suas narinas, mas pelos demais canais de introdução ou outros sentidos.

E ao que expira e como reage às inspirações.

Perceba-se e até a próxima.

Mili

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *