Eu Sei Que É Preciso

Eu Sei Que É Preciso

Eu Sei Que É Preciso

 

Nas profundezas destas marcas,

Deixadas de lado, à tanto tempo.

No hoje,

Recorro em socorro,

Expando as súplicas,

Anestesio as feridas,

Tão mal curadas e

Deixadas à esmo,

À tanto tempo…

@@@@

Faço a limpeza,

Com muita sensatez,

Dos expurgos contidos,

Contaminando a erosão,

Da extrema confusão,

Que esta ferida gerou,

Deixada à esmo,

À tanto tempo…

@@@@

Isto incomoda,

Mas com o tempo,

Se acomoda,

Persiste em ficar,

Estagnada ferida,

Que ainda fere,

Ludibria e enlouquece,

Deixada à esmo,

À tanto tempo…

@@@@

Começo o milagre,

Da cura sem fim,

E ao que parece,

Não tem mais razão,

Pra tanta atenção,

Tensão e distração,

Que esta ferida,

Se encarregou,

Em proporcionar!!!!!!

@@@@

Só hoje,

Recorro em silêncio,

Deixando nas marcas,

Descobrindo os porquês,

Que esta ferida,

Ferida e mal tratada,

Só queria anunciar,

Melhores formas,

E tratos possíveis,

Em manifestar,

Reformas que,

Não conseguia entender!!!

@@@@

A tão anunciada ferida,

Deixada à esmo,

À tanto tempo…

@@@@

A hora é agora,

De despertar,

As razões que compõem,

Um melhor caminhar!

Não deixando as feridas,

Jogadas à esmo,

À tanto tempo,

Não mais contaminar…

 

Mili

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *