Sem Saber…

Expansiva

Sem Saber …

O que tinge a minha fala,
O que traça o meu escudo,
O que lança o meu propósito,
Neste semblante inalterado…

@@@

São partes que ainda não sei,
São livros que ainda não li,
São partos que não consegui,
Neste semblante inalterado…

@@@

Ao sucesso que brindei,
Ao requisito que jamais preenchi,
Ao sussurro que outrora engoli,
Neste semblante inalterado…

@@@

Meias verdades, Verdades inteiras,
Meias entradas, Entradas inteiras,
Valores Errados, Vida Passageira,
Neste semblante inalterado…

@@@

Confesso que erro,
Assim como tu erras,
Estranho caminho,
Sem eira nem beira,
Neste semblante inalterado…

@@@

Afogo os insultos,
Também ouço os surdos,
Profundo desgaste,
Que nutre a realidade,
Neste semblante inalterado…

Mili

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *