Sentindo Na Pele

Sentindo Na Pele

Sentindo Na Pele

 

A maior parte da minha vida, paguei firmemente uma “boa” assistência médica.

Quando mais precisei na gestação e nascimento dos filhos, na medida do possível, se é que assim pode-se dizer, fui “amparada” por bons médicos e bons hospitais, isso tudo à uns vinte e tantos anos atrás.

À alguns dias, fiquei acamada, com sintomas mil e lá fui eu, a um Pronto Socorro Particular Conveniado, com bom atendimento.Sendo medicada, com injeções, inalação e lá permaneci por algumas horas.

Não sabia ainda, o que era fazer um procedimento chamado de  inalação ,nestas minhas andanças por mais de cinquenta e tantos  anos de idade, então imaginem, jamais dei esse custo de procedimento ao governo/assistência particular, desde a minha infância até o presente  estado da minha vida.

Logo no outro dia, tinha que receber outra inalação e o médico do Pronto Socorro que me atendeu, disse-me que poderia fazê-lo também no Posto de Saúde mais  próximo da  minha residência.

Como existe  perto de casa um Posto de Saúde, lá fui eu, tomar a segunda inalação.

Para meu espanto e dor, lógico, ainda estava com dor por todos os poros do meu corpo. Uma grande  insatisfação aumentou ainda mais as dores, ao deparar-me pela acomodação dos pacientes, logo que adentrei naquele recinto.

Segundo, a quantidade de pessoas que estavam na espera com as senhas nas mãos e tão  mal coordenadas pelas atendentes que pareciam também estarem mais num ringue de lutas do que num Posto onde deveriam cuidar da nossa Saúde.

Lá encontrei recepcionistas com atendimento degradantemente  tedioso e algumas enfermeiras entediadas pelo tudo do mundo, então imaginem, que tipo de tratamento por lá encontraria…

E como faço parte desse tudo, lá estava eu, decepcionada, pois era um recurso, de direito e com o qual , eu deveria contar, nesta hora de sufoco também para mim.

Que  absurdo, a quantidade de pessoas que iam de um lado para outro, procurando informações.

Muitos pacientes, na maioria idosos e crianças, mal acomodados e  muitos funcionários indo de lá para cá, sem educação.

Uns tantos enfermeiros mal educados  e médicos mal humorados com  tamanha falta de atenção.

Tudo o que presenciei, um absurdo, pois, fui até lá para ser atendida e de lá sai sem o atendimento, ou melhor, sem  a dita INALAÇÃO.

Fiquei até com medo, categoricamente, muito medo,  de lá sair com maior infecção.

Sai de lá mais deprimida e inferiorizada.

Isso tudo, é somente o fato de um dia!!!!!!!!!!!!

Raciocine a EDUCAÇÃO ,sob todos os ângulos e aspectos  na  repercussão da sua falta.

Mili

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *