Poema Para Zezé

Olhares

 

 

Aparecida José

 

Desde então, irmã amada,

Seja no tempo que for,

Busco por mais palavras,

Atravessando os horizontes,

Nas melodias que canto,

Sem os versos,

Com pronúncias sem nexo…

Buscando estar à altura,

Das doces e firmes palavras,

Que tanto você conseguia,

Animar à qualquer custo!!!

 

@@@

Destacar o que?

Neste horizonte perdido!!!

Busco por tua essência,

Mesmo sabendo,

Que no mais ainda reside…

@@@

No muito mais que resplandece,

Mas, na minha egoísta,

Pequenina e frágil,

Maneira de enxergar,

Visão tão curta ainda,

Qual aprendiz à engatinhar!!!

@@@

Você é mestra,

Na essência forte e guerreira,

Que abriu em seu caminho,

Forte marcha da  sabedoria,

Acendendo os candelabros,

Da ignorância à maestria!!!

@@@

Sim, sois a própria magia,

Que alterou no espaço/tempo,

Muitas formas em aprender,

Percorrendo no extenso caminho,

Junto aos seus aprendizes,

Da maneira mais sublime,

Questionando e  aflorando o saber!!!

@@@

Nas muitas formas de raciocínio,

Percorre o extenso caminho,

Junto dos aprendizes,

Que exaltam,

Balbuciam ainda mais,

Na busca de maior brilho,

À esperar no aprender,

Em saber e responder,

O que é Ser???

@@@

Mili

 

 

 

Não Se Leve Tão À Sério ( Parte 5 )

A ousadia faz sentido, quando o assunto é a plenitude no  sentir.

Um sentimento que assusta a maioria das pessoas que não estão habituadas à experenciar nas profundezas deste tão sublime e almejado sentido e por sua maioria tão esquecido.

O sentir com profundidade, cada pedaço de nosso corpo,  na exploração do chão que pisamos à cada andar descalço, sobre quaisquer superfície.

O sentir no aroma que cada planta nos fornece, provocando o despertar de maiores sensações em suas enumeráveis espécies.

Esse sentir de perfumes que cada flor nos fornece e exala,  somente favorecendo os sentidos na profundidade com que nos remetem com cada essência trabalhada na cura.

A profunda e eficaz sensação do calor de duas mãos, que juntas, fazem uma alma tremer.

Duas mãos eloquentes, percebem na fricção, onde e quando agir para a cura que se instala ou a mais sublime carícia que é percebida, neste estímulo do sentir.

O tudo do mundo de fora, existe no tudo do nosso ser.

Perceba-se através do sentir, entregue-se nesta leveza que sempre nos leva aos caminhos mais sublimes e apaziguadores.

Revele-se ao sentir, apaixone-se por você e expanda permanentemente este sentido por onde passar.

Enquanto isso, raciocine mais no sentir,

Mili

 

 

Não Se Leve Tão À Sério (parte 1)

Não Se Leve Tão À Sério

Suspiro com tamanha profundeza, para o dia que começa.

Sei lá, por onde andei, carregando todas as certezas, atitudes, raciocínios, enquanto o corpo dormente, inerte e estendido sobre a deliciosa cama, se refazia das trabalheiras do dia anterior.

O ontem já é  o passado, no ontem ficaram hoje, somente resultados entregues à própria sorte.

O mais engraçado, é o saber como todas as nossas responsabilidades, certezas e também as estranhezas mil, acontecem enquanto volitamos no sono profundo, por vezes o sono em menor proporção de profundidade e que  fazem a faxina interna e externa, por agentes de tamanho impacto e responsabilidades também.

Esses agentes, enquanto descansamos, dormimos, nos entregamos ao refazer, calculam, reparam e nos preparam para a próxima etapa, que é sempre o dia seguinte.

Então, cada coisa em seu tempo!!!!!!!!!

Raciocine sobre  o seu descansar!!!!!!!!!!!!

Mili

 

Feliz Com O Que Se Tem

Feliz Com O Que Se Tem

Feliz Com O Que Se Tem

 

Esbarrar na felicidade e retirar o mel que somente ele  distribui aos que tanto anseiam, tanto precisam do seu néctar, afim de tornar a sua passagem mais saborosa e cheia de delicadezas, propiciando o bem estar.

O mel mais saboroso, é aquele natural, encontrado no seu estado mais simples em meio a tantos favos.

Que sabor inigualável, que traz a reconciliação com o sabor.  Equilibra o paladar e  imunidade, auxiliando em todas as funções.

Essa “felicidade” já existe no que é ” ser você”, que  contém o néctar capaz de grandes transformações.

Raciocine sobre as suas transformações.

Mili

Enfrente-se

Enfrente-se

Enfrente-se

 

Ficar encantada à  beira do abismo emocional é coisa do passado.

O importante  e de real viabilidade, está contido em nosso poder, em ser este conteúdo de possibilidades de que jamais ousamos identificá-lo, como o melhor dos melhores que alguém, um dia projetou.

Este conteúdo, este ser, este animal racional, este viajante, esta luz transitante, este figurante, este aparelho digital, aparelho de alta definição…

São inumeráveis as categorias desta implacável definição.

É preciso muita percepção ao encarar este ser de tamanha figuração.

Você já parou, sim, categoricamente parar tudo e analisar com a total realidade de que você, este ser figurante, peregrinante nestas terras contém?

Você por dentro, corpo que transita e você por fora?

Você já se deu conta de que o tudo aí de fora está contido no seu tudo de dentro?

Você é o resumo de tudo que em seu tempo , com este corpo existe aí fora.

Você é real e ao mesmo tempo não é, pois você faz as mágicas nas transformações e não se dá conta disso.

Você carrega em si o mais sofisticado laboratório em seu aparelho de carnes e ossos.

Este aparelho emite ondas, sinais da mais alta definição.

Ele por si é capaz de identificar ataques visíveis , invisíveis e disparos necessários do nosso próprio ser, aos intrusos que tentam modificações que não estão no seu identificar de comando.

O abismo que enfraquece, só existe para seres que não se enfrentam, não se perguntam e não medem a sua total qualificação para o cotidiano.

Nestes tempos,  são necessários os nossos melhores comprometimentos com o nosso raciocínio, a fim de sabermos o que realmente significa viver, saber enfrentar e explorar o entender.

Principalmente, identificar do que você é capaz com este aparelho que a você está adaptado.

Como ele é, reage, segue e se transforma.

Comece a prestar atenção ao que te inspira, não só por suas narinas, mas pelos demais canais de introdução ou outros sentidos.

E ao que expira e como reage às inspirações.

Perceba-se e até a próxima.

Mili

Ainda Acredito

A franqueza que estimula o meu viver é a minha aliada para sempre enobrecer.

Sei que existem fatos que mal posso ultrapassar, diante as perspectivas mil que se abrem ao coração que só quer desbravar, sem ter parada ou rota final.

A coragem é o meu ponto de partida, que aciona todas as outras partes de meu ser, capazes de gerar a maior vivência que suponho se estabelecer.

A cada passo, vislumbro na expectativa, encontrar a chama que acende o mais puro entender dos porques em ultrapassar na mansidão só porque existo e necessito entrar nesta misteriosa marcha, a qual ainda não sei onde irá terminar…

Afinal, se existo, algo que me liga a alguma coisa, ainda está lá, me esperando e também ligada, para que possamos nos dar a conta do que encontramos por aqui…

Assim eu acredito que ainda vale a pena tentar.

Ainda acredito…

Mili