Sem conexão

Sem Conexão

Sem Conexão

Do progresso, surgem tantas maneiras em alcançar um objetivo, que a determinação de certos parâmetros de outrora, já não  ocupam as melhores teorias de identificação nos dias de hoje.

Quero dizer em palavras mais simples, que o certo de antigamente,  para se atingir um objetivo,  hoje, requer tipos muito diferentes de ações que manipulem a estratégia do avançar.

Ou, em outras palavras, quero adiantar que o de ontem já não presta para o hoje.

Ou melhor, de tudo o que ontem estudei, hoje requer uma melhor identificação e reposição da matéria estudada num processo  mais aprimorado.

Para simplificar,  entenda-se  que tudo o que estudei, hoje não vale de nada, a não ser lembranças do tempo em que era jovem e a palavra impossível não existia,  e tudo se revelava.

Se ainda não entendeu, preciso de um melhor estudo para que tudo possa se encaixar.

Ainda não conseguiu entender?

Então, é porque não consegui desmembrar  as partes que se confundem e não deixam que a melhor exploração dos sentidos,  atinja o  nível desejado.

Estar fora da conexão, às vezes parece absurdo, mas é assim que consigo entrar no trilho da contra-mão, sem confrontos e somente percebendo o que falta para o melhor impulso no primoramento de meus anseios.

Nem sempre, a melhor estratégia e posição almejada encontra-se no fluir das tempestades e dias ensolarados, consequentemente.

É necessário estender o entendimento  nos revezes de aproximações e encantamentos que nos direcionam  nas divergentes estradas.

Ainda assim, o impulso de aproximações, delatam  suas consequências.

Viabilizar estratégias e consequentes estados de entendimentos, requer o amadurecimento da personalidade em manipular todas as idas e vindas sem maiores atropelos.

Entender sobre a conexão maior que se instala e por vezes foge de nosso controle, é perfeitamente compreendida quando passamos a raciocinar a existência, saindo fora da liga que nos leva sempre, ao caos da profunda  apatia.

Mili

Tô tentando

Tô Tentando

Tô Tentando

Tento talhar atentamente,

 Todas as tentações!!!

               @@@

Tento tirar com tabefe,

Tiranos que tentam,

Tirar também,

 Tarimba,

Tranquilidade  talvez!!!

               @@@

Tiro todo o tardio,

 Que tortura,

Trato  das temperanças,

Teço com temperos,

Tarefas tediosas,

Tardias também!!!

               @@@

As tantas tristezas,

Torturadas e tingidas,

Tesouras que trituram,

Tramas e tristezas!!!

               @@@

Que triste trabalho!!!!!!

               @@@

Tantos talentos,

Termômetros terríveis,

Tirando  o texto,

Tingindo com tinta,

Vermelha da febre,

Toda tentação!!!

               @@@

Traço tranquilidade,

Na tinta traduzida que trepida!!!!!!!!!!!!

               @@@

Tudo Traduz ,

Da tentativa de transformar,

Do tratado que tudo,

Testemunha…

Transparece…

           @@@

Mili